Trip Abril/2014


sábado, dezembro 29, 2012

Confeitaria: os bicos de confeitar e seus desenhos

Desde criança, o mundo da confeitaria me fascina, desde os tempos que minha mãe, minha tia e minha avó fazia bolos lindos (e gostosos). 

Com o tempo as três deixaram esse talento de lado, o que eu acho uma pena, mas meu encanto não terminou.

E uma das ferramentas mais úteis na cozinha, para esse assunto, são os bicos de confeitar. São muitos e cada um com uma função, um desenho diferente, fazendo de flores a letras e números, com jeito e cuidado.

Abaixo um post bem simples e rico sobre os bicos de confeitar, que encontrei aqui. (o que não escrevi está entre aspas)

¨Encontramos a venda no mercado o nacional ( de alumínio, com emenda ), que é mais barato, e o importado ( de aço inoxidável, sem emenda ), que é bem mais caro, ambos tem a mesma finalidade na decoração, porém podemos escolher o tamanho do bico entre pequeno e grande.
Os bicos de confeitar nacionais são conhecidos por números, são identificados por números entre 0 e 1. Os importados são identificados por números e letras, o qual iremos utilizar, por ter um acabamento mais perfeito.
Estes são os bicos da wilton, com a numeração adotada por eles, mas que pode ajudar qualquer um que está começando a mexer com confeitaria a entender qual é o desenho que é criado com o uso de cada bico. 



  • Perlé: são bicos, mais comuns para fazer contornos, escrever, fazer poá, bolas, esferas, hastes e rendas. Os bicos 1 A e 2 A são usados com adaptadores maiores e o bico 230, por ser maior e o pontiagudo é ideal para colocar o recheio.

  • Pitanga aberto: Estes bicos são usados para criar estrelas e flores, além de possibilitar a criação de um efeito que reproduz uma conchinha, como se pode ver na imagem, ótima para dar acabamento.

  • Pitanga fechado: por ser mais fechado, este bico cria ranhuras mais fundas. È ótimo para fazer conchas, estrelas e flor-de-lis.

  • Serra: os bicos de serra normalmente possuem 2 lados, um liso e outro serrilhado. Alguns bicos ficam nessa categoria, mas não possuem o serrilhado, que é o caso do bico 44 e 45. Com ou sem serra estes bicos são ótimos para fazer o efeito cesta, fitas e ondulados.

  • Pétalas: Com esses bicos você consegue fazer pétalas de flores, plissados, drapeados, festões e arcos. O bico 116 da wilton é bastante usado para fazer rosas.

  • Folhas: assim como o próprio nome diz, esse bicos são para fazer folhas. Para criar este efeito é presciso controlar bem a pressão feita no saco. Aumentando gradualmente, além de fazer o movimento para frente e para tás para fazer ranhuras.

  • Múltiplos e chuveiro: com os bicos múltiplos você pode fazer linhas, cordas, cabelos e estrelas. Algumas dica: pra da o efeito de grama, normalmente é usado o bico 223 e o bico triple star e´perfeito para o preenchimento mais rápido de áreas grandes.

  • Babados: estes bicos produzem o efeito de babados e conchas, ideal para acabamentos.

  • Diversos: com os bicos diversos você consegue fazer árvores de natal, corações, conchas, cordões e babados.

  • Flores especiais: esses bicos são geralmente divididos em três categorias: pequeno ( 106-225 ), médio ( 131-194 ) e grande ( 195, 2C a 1G ). Esses bicos possuem um pequeno pino preso internamente na centro, que garatem o formato da flor . Os bicos grandes podem ser usados para aplicar massa de biscoito."

Esses da última foto são da Mago, uma empresa que tem muita coisa legal para culinária e confeitaria. Gosto bastante da glucose deles...



uma colherinha de café, por exemplo, no brigadeiro pronto, uma batida rápida com o fouet e ele fica lindo, liso, brilhante.

E aqui, o painel de bicos de confeitar da Mago


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários passam por moderação e só aparecerão aqui após eu ler e respondê-los.

Comente! Estou ansiosa para saber o que você achou =)